Cultivar plantas em casa ajuda nosso lado emocional

25/05/2021

Devido ao isolamento social as pessoas começaram a sentir falta de sair e de ter contato com a natureza. Por isso, ter plantas em casa pode ser um bom alívio ao estresse e excelente um passatempo para ser incorporado na rotina.

Cuidar de plantas exige poucos cuidados e isso pode ser feito por qualquer pessoa. O cultivo é uma atividade terapêutica que ajuda a melhorar os quadros de ansiedade, estresse, depressão e pânico.

Acompanhar o desenvolvimento de uma plantinha acaba nos colocando em contato com memórias de infância, ajuda a criar vínculos e a se desligar dos problemas da realidade. Além disso as plantas embelezam o ambiente, trazem mais conforto e alegria.

Além dos benefícios visuais e terapêuticos, cultivar plantas também é uma forma de compartilhar amor e carinho com amigos, vizinhos e familiares. Quando você começa a ter plantas em casa é comum trocar mudas e sementes. Isso faz com que o hábito apenas se espalhe.

Se você já teve uma samambaia que morreu por falta d’água, a dica é começar por espécies que necessitam de poucos cuidados, como cactos e suculentas. Caso você esteja disposto a se tornar um jardineiro amador, antes de pegar uma mudinha, pesquise mais sobre a espécie. Descubra qual é a rega correta, o adubo mais indicado e o tipo de iluminação. Uma forma simples de saber se está na hora de regar sua planta é colocando o dedo na terra: se ele sair sem terra grudada é porque está na hora de regar.

Espécies mais indicadas para quem vai começar a plantar

Cróton

Essa espécie chama a atenção devido às suas folhas coloridas e grandes. Essa espécie possui tamanho variado e pode mesclar tons de verde, amarelo, vermelho ou laranja, formando lindas combinações. A folhagem exuberante só será mantida se a planta receber bastante sol direto.

Orquídea

A orquídea é a flor mais comprada para decorar ambientes internos. Uma das espécies mais comuns é a phalaenopsis, cujas flores variam entre o branco, rosa, amarelo e púrpura. Como a flor é bem delicada, o ideal é escorar sua haste em um apoio. Outra dica é plantar sua orquídea em vaso de barro pois eles são mais porosos e drenam melhor a água. Essa flor deve ser cultivada a meia-sombra, recebendo iluminação indireta. Caso a folhagem escurecer a dica é trocar su orquídea de lugar.

Suculentas

Essas plantas são bem fáceis de cuidar e elas costumam “avisar” sempre que precisam de alguma coisa. Se as folhas começarem a murchar, é necessário aumentar gradativamente a quantidade de água. Se as folhas da base começarem a apodrecer, é preciso diminuir a água. Caso a suculenta ficar fina e perder muitas folhas, é preciso fazer com que ela tome mais sol. O ideal para essa plantinha é tomar pelo menos 4 horas diárias de sol.

Cactos

Essa é uma excelente opção para quem tem certeza que não leva jeito para cuidar de plantas. Cuidar de cactos é fácil: eles precisam de muitas horas de sol e pouca água. Quanto mais sol o cacto receber, mais robusto ele irá ficar. Quando plantado em vasos, seu crescimento estaciona para ficar de acordo com o espaço que ele possui.

Bromélias

As bromélias podem apresentar as mais variados cores. Elas ficam bem em qualquer ambiente. A luz direta pode queimar suas folhagens, por isso a dica é mantê-las a sombra. Elas também precisam de rega constante, o ideal é a cada dois dias.

Palmeira Ráfia ou Rhápis

Essa é uma planta perfeita para ficar dentro de casas e apartamentos. Bonita e fácil de cuidar. Esse tipo de palmeira, devido ao seu tamanho, é ideal para decorar em salas de estar. Ela deve ser protegida do sol mas em um ambiente claro e com uma boa quantidade de luz natural.

Caso você queira começar uma horta, a dica é comprar mudas e deixar na sacada ou no quintal. Você pode até investir em vasos auto irrigáveis para melhorar o processo.