Bruxismo

21/05/2021

Se você acorda com os músculos da mandíbula doloridos ou com dor de cabeça, você pode estar sofrendo de bruxismo. Esse hábito é uma desordem funcional que se caracteriza por apertar ou ranger os dentes durante o sono. O bruxismo está relacionado a fatores genéticos, situações de estresse, tensão, ansiedade, problemas de oclusão ou fechamento inadequado da boca. Nos casos mais graves podem ocorrer danos ósseos, na gengiva ou na articulação da mandíbula, como a síndrome da articulação têmporo-mandibular (ATM).

Além da dor de cabeça e nos músculos da face, é comum as pessoas que sofrem de bruxismo terem amolecimento e desgaste nos dentes. A compressão exagerada da dentição pode levar a isquemia dos vasos sanguíneos e até a necrose dos nervos e da polpa dentária.

Outros sintomas que podem aparecer são o zumbido no ouvido; dor no pescoço, na mandíbula e nos músculos da face; estalos ao abrir e fechar a boca e alterações no sono. A intensidade e a frequência das crises de bruxismo podem variar de uma noite para outra.

Não se sabe exatamente a razão pelo qual o bruxismo acontece. Ele acomete 15% das crianças indistintamente do sexo. A incidência do distúrbio tente a diminuir com o passar dos anos. Em outros casos ele pode aparecer já na vida adulta.

Para a maioria das pessoas o bruxismo é um hábito inconsciente. Estas pessoas podem nem saber que estão rangendo os dentes até que alguém fale que elas fazem um barulho horrível enquanto dormem. Outras pessoas descobrem o problema fazendo exames dentais rotineiros quando o dentista observa que os dentes estão desgastados ou que o esmalte está rachado.

O bruxismo, quando acontece durante o dia, é chamado de briquismo. Ele se caracteriza pela pressão dentária involuntária dos dentes, principalmente em situações de estresse e ansiedade

Até o momento ainda não existe um tratamento eficaz para o bruxismo. Os médicos receitam medicamentos ansiolíticos para controlar os quadros de estresse e o uso de placas interoclusais para restringir os movimentos dos músculos e reduzir o atrito que provoca o desgaste dos dentes.

A prática de exercícios físicos, meditação e relaxamento ajudam a controlar o estresse e as crises de ansiedade que desencadeiam o bruxismo. Aplicar uma toalha de água morna no lado de seu rosto também ajuda a relaxar os músculos doloridos e evitar as crises.

Em caso de suspeitas de bruxismo, consulte seu dentista. Também é importante evitar apertar os dentes quando estiver em situações de estresse. Fique longe dos chicletes e não mordisque objetos duros.

Caso seja necessário utilizar a placa interoclusal de acrílico ou silicone, coloque-a todas as noites antes de dormir. Se o problema se manifestar durante o dia, use-a sempre que possível.